Semana da Mata Atlântica 2013 começa em São Paulo

27/05/13 12:42

Semana da Mata Atlântica 2013 começa em São Paulo

Representantes da sociedade civil, do setor privado e de governos estão reunidos para articular medidas visando à conservação e recuperação da Mata Atlântica

Hoje, 27 de maio,  é comemorado o Dia da Mata Atlântica. Para comemorar a data, São Paulo está sediando a Semana da Mata Atlântica 2013. O evento começou nesta segunda-feira, no auditório da Secretaria do Meio Ambiente do Estado de São Paulo – SMA, e segue até amanhã, 28, visando repactuar ações para a preservação do bioma. Veja a programação aqui.

São Paulo foi destaque na abertura do evento. O secretário estadual da pasta, Bruno Covas, apresentou algumas das ações do Governo do Estado para a preservação da Mata Atlântica. “Temos diversas conquistas nos últimos anos, como a criação do Mosaico Jureia-Itatins, a criação do Parque Estadual Nascentes do Paranapanema, e com ele também a criação do Mosaico de Paranapiacaba. Estamos preparando para em breve anunciar a segunda etapa do Programa Socioambiental da Serra do Mar. Além do projeto de lei que está na Assembleia e prevê a concessão de serviços e ecoturismo em três unidades de conservação“, afirmou.

O foco principal do evento é unir esforços para repactuar ações para preservação e restauração da Mata Atlântica. Também debaterá políticas públicas e ações da sociedade civil e da iniciativa privada em prol da conservação e recuperação da Mata Atlântica, apresentando medidas e fortalecendo a articulação entre os distintos segmentos. Esta edição da Semana da Mata Atlântica integra a programação da “Temporada da Alemanha no Brasil 2013-2014”, alusiva ao ano do país europeu no Brasil, cujo objetivo é ampliar e aprofundar as relações entre os dois países, dando maior visibilidade à cooperação e incentivando novas parcerias, uma das mais importantes para a conservação da Mata Atlântica.

Ivy Wiens, da Rede de ONGs da Mata Atlântica, destacou o papel da sociedade civil. “Que teve papel fundamental, com mais de 14 anos de luta para lei específica, que está ameaçadas por cerca de 400 projetos de lei no Congresso Nacional, ameaça há décadas de luta. Precisamos de prazos factíveis, compromissos, dos estados e municípios também”, disse.

Representando a Cooperação Alemã para o Desenvolvimento Sustentável – GIZ, Ingrid Prem, afirmou que governo alemão investe e coopera com o Brasil porque são temas globais comuns. “Como a biodiversidade e questões climáticas. Alcançar metas importantes para Brasil, mas com significância em nível global”, frisou.

O secretário nacional de Biodiversidade e Florestas, do Ministério do Meio Ambiente, Roberto Cavalcanti destacou a importância da articulação. “Queremos entregar formalmente a carta repactuando em Brasília diretamente à ministra. O Ministério tem como prioridade a criação de unidades de conservação e a Mata Atlântica é uma das áreas prioritárias para reconecção e a ministra deu sinal verde para levarmos a outras áreas do governo”, concluiu.

A Semana da Mata Atlântica 2013 é uma realização conjunta do Ministério do Meio Ambiente (MMA), Secretaria do Meio Ambiente do Estado de São Paulo, Reserva da Biosfera da Mata Atlântica e Rede de ONGs da Mata Atlântica, com apoio da Cooperação Alemã para o Desenvolvimento Sustentável. Integrantes do Conselho Nacional da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica farão a entrega do Prêmio Muriqui a pessoas físicas e/ou entidades públicas e privadas, nacionais ou internacionais, que se destacaram no trabalho de proteção da biodiversidade, do desenvolvimento sustentável ou do conhecimento científico da Mata Atlântica.