SMA e CETESB marcam presença na III Cúpula Mundial de Regiões, em Montevidéu

A atuação ousada do Estado de São Paulo na agenda das mudanças climáticas foi um dos destaques da III Reunião da Cúpula Mundial de Regiões que ocorreu em Montevidéu, capital do Uruguai, entre os dias 20 e 22 de abril. O evento foi organizado pela Rede de Governos Regionais pelo Desenvolvimento Sustentável - nrg4SD da qual o Estado de São Paulo é co-presidente. A nrg4SD conta com a participação de diversos governos sub-nacionais e ressalta a importância dos mesmos na agenda da sustentabilidade.

Na manhã de terça-feira, 21.04, o secretário do Meio Ambiente, Xico Graziano, foi um dos convidados a participar da plenária de abertura, intitulada “A situação pós Copenhague”. O secretário abordou a atuação paulista com a Política Estadual de Mudanças Climáticas - PEMC e destacou os principais projetos da Secretaria Estadual do Meio Ambiente - SMA nessa agenda. Além de Graziano também participam do evento em Montevidéu o presidente da CETESB, Fernando Rei, e o assessor da SMA, Oswaldo Lucon.
 
Na plenária de abertura da Cúpula, Graziano enfatizou a presença de São Paulo, na figura do governador José Serra, na 15ª Conferência das Partes da Convenção das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas – COP15, que ocorreu entre os dias 7 e 18 de dezembro em Copenhague, na Dinamarca. O secretário lembrou do encontro que ocorreu na época entre Serra, o governador da Califórnia, Arnold Schwarzenegger e o primeiro ministro da British Columbia, Gordon Campbell, que reafirmaram a importância de governos sub-nacionais terem políticas próprias para enfrentar as mudanças climáticas. “São Paulo levou para Copenhague uma ousadia, uma lei do Estado que propõe reduzir as emissões de gases de efeito estufa até 2020 e traçou metas para isso”, ressaltou o secretário.
 
Graziano ainda enfatizou que em São Paulo a agenda das mudanças climáticas é trabalhada como um desafio e uma oportunidade. “Nós estamos investindo para criar novas soluções e migrar para um modelo de economia verde”, afirmou. Para ilustrar o trabalho do governo o secretário destacou seis linhas de ação da SMA: energias renováveis – com destaque ao uso do etanol; financiamento – lembrando da linha de crédito Economia Verde, que vai financiar US$ 400 milhões às empresas que queiram adotar novos modelos de produção para reduzir as emissões; informações – representadas pelo inventário das emissões de gases de efeito estufa que a CETESB elabora e que irá fixar as metas setoriais de redução de emissões; recuperação de vegetação – onde a meta é chegar a 20% de cobertura vegetal no Estado, ante os 17,5% atuais; defesa das águas – como exemplo, Graziano citou a adesão de 594 municípios ao Pacto das Águas; e educação ambiental.
 
Durante a Cúpula o secretário também participou da sessão sobre recursos hídricos, onde citou a participação de São Paulo no Consenso de Istambul pelas Águas, documento criado em 2009 durante o Fórum Mundial da Água, na Turquia, onde governos locais assumem metas rigorosas para melhorar a qualidade de seus corpos d’água. Dos 648 signatários no mundo, 594 são municípios paulistas, o que demonstra a importância que a agenda das águas tem para o Estado. Ainda representando São Paulo, o presidente da CETESB, Fernando Rei, participou da mesa sobre os compromissos e papéis dos governos regionais e Oswaldo Lucon, assessor da SMA, foi um dos debatedores da sessão sobre energia.
 
No evento, Graziano, Rei e Lucon também tiveram encontros com líderes de outros países, para discutir questões como gestão de Unidades de Conservação – UC’s, desenvolvimento social regional e o gerenciamento de bacias hidrográficas. Os três voltam para o Brasil com teleconferências já agendadas, como com Michel Vauzelle, presidente da Região de Provence-Cote d’Azur – PACA, na França, que quer realizar uma troca de experiências entre os dois governos na gestão de UC’s e na adaptação das regiões costeiras às mudanças do clima.
 
Cúpula Mundial de Regiões
Com foco atual no tema Mudanças Climáticas, a Cúpula Mundial de Regiões tem o objetivo de reunir técnicos e políticos no debate do desenvolvimento sustentável, além de informar a sociedade sobre as ações vigentes para lidar com essa agenda. Este ano a capital uruguaia, Montevidéu, foi escolhida para sediar a Cúpula juntamente com a Assembléia Geral da Rede de Governos Regionais para o Desenvolvimento Sustentável – nrg4SD.
 
Confira a apresentação feita pelo secretário Xico Graziano: Parte 1 e Parte 2

Com o presidente Provence-Cote d’Azur
Com o presidente Provence-Cote d’Azur
 na França
na França