Protocolo Agroambiental é destaque no Ethanol Summit 2011

O Governo do Estado de São Paulo e a indústria sucroenergética estão buscando o desenvolvimento sustentável para o setor. Durante o evento Ethanol Summit 2011, o secretário Bruno Covas apresentou resultados do Protocolo Agroambiental, um acordo pioneiro entre governo e iniciativa privada para a produção mais sustentável do etanol. A palestra aconteceu na terça-feira, dia 7, na capital paulista.

 

O secretário apresentou o projeto durante a plenária Pró-atividade no setor sucroenergético brasileiro, ao lado de Eduardo Delgado Assad, secretário de Mudanças Climáticas e Qualidade Ambiental do Ministério do Meio Ambiente, José Lopes Feijó, assessor especial da Secretaria Geral da Presidência da República, Jeroen Douglas, diretor América Latina i Solidaridad e Ernest Ligteringen presidente I Global Reporting Initiative.

Entre as novidades anunciadas pelo secretário, está o lançamento da “Operação Corta Fogo – Campo sem fogo, campo com vida”, e a intenção do governo paulista de financiar equipamentos e máquinas para fornecedores de cana-de-açúcar, com a finalidade de avançar a mecanização da colheita de cana crua no Estado. “Estamos trabalhando nessas duas frentes. É preciso incentivar por meio de financiamento público que os pequenos ajudem na mecanização, garantindo o fim da queima até 2014 e 2017, um dos pontos principais do Protocolo”, afirmou.

O Protocolo Agroambiental foi elogiado por Assad, do Ministério do Meio Ambiente. “São Paulo é um exemplo nessa linha de alinhar ações entre governo e iniciativa privada. Agora queremos reforçar políticas públicas, englobando estratégias das três esferas de governo, federal e estadual, com o setor privado, para avançarmos nas estratégias de energias limpas”, explicou.

Marcos Junk, presidente da União da Indústria da Cana-de-açúcar – UNICA, ressaltou a importância do desenvolvimento sustentável para o setor. “Nosso desafio é o crescimento com sustentabilidade e eficiência, o que implica em investimentos para a inovação tecnológica e uma crescente profissionalização do setor,” afirmou.

Avanços

 

Entre os resultados apresentados pelo secretário estão a proteção e recuperação de mais de 262 mil hectares de mata ciliar e 9.300 nascentes; redução do consumo de água no processo de produção de 5m³/ton de cana para 1,5m³/ton na safra 2010/2011; avanço da mecanização da colheita de 34,2% para 55,6%.

Operação Corta Fogo

O Sistema Estadual de Prevenção e Combate a Incêndio Florestal, a operação “Corta Fogo – Campo sem fogo, campo com vida”, foi lançado no dia mundial do meio ambiente, 5 de junho, pelo governador Geraldo Alckmin e pelo secretário Bruno Covas. O sistema aumenta a proteção às áreas de preservação, já que organiza e integra os órgãos de governo, que estão a partir de agora unidos e melhor preparados para enfrentar o problema. Trata-se de uma ação conjunta da Secretaria do Meio Ambiente (SMA), Casa Militar e Secretaria de Segurança Pública e seus órgãos interligados, como a Polícia Ambiental, a Defesa Civil, o Corpo de Bombeiros, a Cetesb, a Fundação Florestal e o Instituto Florestal. 


Público acompanha palestra no Ethanol Summit 2011
Público acompanha palestra no Ethanol Summit 2011
Bruno Covas apresenta resultados do Protocolo Agroambiental no Ethanol Summit
Bruno Covas apresenta resultados do Protocolo Agroambiental no Ethanol Summit
Ethanol Summit 2011
Ethanol Summit 2011