Pomar Urbano: uma ideia que rende muitos frutos

 Exemplo de recuperação ambiental e reintegração do rio Pinheiros à cidade de São Paulo, o Pomar Urbano comemorou nesta sexta-feira, 23, o sucesso de 11 anos de atividade. Fruto da parceira entre Estado, por meio da Secretaria do Meio Ambiente (SMA), iniciativa privada e empresas públicas, o Pomar tem colhido muitos frutos. O secretário do Meio Ambiente Bruno Covas, o governador Geraldo Alckmin e Otávio Okano, presidente da CETESB, e parceiros estiveram presentes ao evento para celebrar o sucesso.

“O Pomar Urbano é uma prova de que com vontade é possível realizar projetos ditos como impossíveis, como este da revitalização no rio Pinheiros. Mas é preciso, acima de tudo, vontade política. Foi assim que o Pomar se transformou na marca do estado”, destacou o secretário Bruno Covas.

A história de sucesso do Pomar começou há 11 anos, quando foi criado pelo então governador Mário Covas. Desde então vem colhendo os frutos do compromisso do estado e de parceiros que já recuperaram 26 quilômetros das margens do rio Pinheiro. Ao todo são 24 parceiros que, juntamente com o trabalho e dedicação da SMA, estão transformando o sonho em realidade, com o plantio de milhares de mudas arbóreas e arbustivas e a instalação de uma estação de tratamento de água, que permite recuperar a água do rio Pinheiros para ser utilizada na própria irrigação de todo o Pomar.

Mas, os benefícios do Pomar Urbano vão além da recuperação ambiental. Ele qualifica mão-de-obra por meio da parceria com a Frente de Trabalho, da Secretaria de Emprego e Relação do Trabalho, o que contribui para diminuir a desigualdade social. 

“O Pomar Urbano é também uma escola ao oferecer capacitação para jardineiros, profissional em falta no mercado atualmente. É também uma prova de que possível ter da qualidade de vida, espaços de lazer e área verde em São Paulo”, lembrou Geraldo Alckmin, destacando ainda as conversas entre a SMA e o Ministério Público para limpeza do rio Pinheiros como um passo importante para mais uma conquista em prol do meio ambiente e da população da cidade.

O projeto de capacitação profissional foi retomado. No total, 40 pessoas receberão R$ 440 por mês para trabalhar durante 6 horas por dia, quatro dias por semana. No quinto, eles participam de cursos para inserção no mercado de trabalho.

Ainda em seu discurso, o governador ressaltou os projetos para desassoreamento, limpeza e tratamento de esgoto do rio Pinheiros e também do rio Tietê, ações que trarão imensos benefícios para a cidade de São Paulo. 

Durante a cerimônia foi assinado um protocolo de intenção entre a SMA, CETESB, Águas Claras do Rio Pinheiros e Câmara Francesa para adoção de trechos no Pomar Urbano. Em seguida houve o lançamento do livro “Pomar Urbano, uma história de sucesso”, que conta sua trajetória nesses 11 anos de existência.

Parte das comemorações do sucesso do Pomar Urbano, Geraldo Alckmin e Bruno Covas, junto com os antigos e novos parceiros, plantaram uma árvore cada um na inauguração do Bosque dos Parceiros, um espaço para homenageá-los. Depois foi a vez de batizar duas trilhas existentes: “Pau Brasil” e “Tia América”, esta em homenagem à simpática senhora que faz parte do projeto desde a primeira Frente de Trabalho e nele permanece como voluntária 


Tia América e Geraldo Alckmin
Tia América e Geraldo Alckmin
Bruno Covas destaca benefícios do Pomar Urbano
Bruno Covas destaca benefícios do Pomar Urbano
Para Geraldo Alckmin
Para Geraldo Alckmin
 Pomar Urbano é uma escola
Pomar Urbano é uma escola
Bruno Covas entrega certificado pela parceira
Bruno Covas entrega certificado pela parceira
Bruno Covas e Tia América plantam uma árvore
Bruno Covas e Tia América plantam uma árvore