Polícia Ambiental apreende madeira ilegal nas cidades de Lins, Bauru e Marília

Em operação de fiscalização, no âmbito do Projeto Ambiental Estratégico “São Paulo Amigo da Amazônia”, o 1º Pelotão da 2ª Companhia, do 2º Batalhão da Policia Militar Ambiental do Estado, apreendeu nesta quarta-feira (14 /05) um caminhão Scania - placa HQR 5825, na Rodovia Marechal Rondon, Km 444, no município de Lins. No veículo, se encontravam aproximadamente 70 metros cúbicos de madeira de mata nativa sem a devida documentação fiscal.

O caminhão tinha procedência do Estado de Mato Grosso e como destino a cidade de Joinville, em Santa Catarina. A carga aprendida foi transferida para o Horto Florestal de Bauru.
Além da operação realizada em Lins, a Ambiental também fez vistorias, nos dia 13 e 14, em conjunto com técnicos do Instituto Florestal, nas cidades de Bauru e Marília, sendo que, no total, foram apreendidos aproximadamente 760 metros cúbicos de madeira e lavrados 05 autos de infração ambiental, somando um valor de R$ 310 mil .

O Projeto São Paulo Amigo da Amazônia é um dos 21 Projetos Estratégicos desenvolvidos pela Secretaria Estadual do Meio Ambiente e objetiva desencadear estratégias para reduzir a demanda por madeira-de-lei, principalmente na construção civil, intensificando a fiscalização da Polícia Ambiental na entrada de madeira ilegal da Amazônia no território paulista. O projeto também prevê a fiscalização em madeireiras que comercializam no atacado.


Caminhão apreendido em Lins
Caminhão apreendido em Lins
A Ambiental também fez vistorias em madeireiras
A Ambiental também fez vistorias em madeireiras
Cerca de 760 m3 de madeira foram apreendidos
Cerca de 760 m3 de madeira foram apreendidos
Os estabelecimentos se localizam em Bauru e Marília
Os estabelecimentos se localizam em Bauru e Marília