Plano de gerenciamento de resíduos sólidos é apresentado em Suzano

A Secretaria de Estado do Meio Ambiente - SMA, por intermédio da Coordenadoria de Planejamento Ambiental - CPLA, apresentou, em 03.09, para aproximadamente 100 espectadores, no Centro Cultural Francisco Mariconi, no município de Suzano, o Plano de Gerenciamento Regional de Resíduos da Construção Civil e Resíduos Volumosos. O plano visa solucionar os problemas dos resíduos volumosos e de construção civil das cidades de Ferraz de Vasconcelos, Poá e Suzano, criando um projeto sustentável de manejo, reutilização e beneficiamento, por meio da formação de um consórcio intermunicipal, com apoio do governo do Estado de São Paulo, o envolvimento das comunidades locais e a participação da iniciativa privada.

Considerando que um dos maiores problemas de gerenciamento dos resíduos volumosos e de construção civil é a disposição dos resíduos pelos seus geradores e transportadores, foram projetados três tipos de instalações para facilitar o manejo e a sua destinação adequada. Os Pontos de Entrega Voluntária (PEV) são voltados para a destinação temporária dos pequenos geradores desses resíduos. As Áreas de Transbordo Municipais (ATM), ao contrário, são voltadas aos grandes geradores, onde os resíduos serão acondicionados temporariamente. E, finalmente, a Central Regional de Triagem e Beneficiamento (CRTB), concentrará todos os resíduos volumosos e de construção civil captados pelos PEV’s e ATM’s, onde passarão por triagem e serão beneficiados, conforme determinação da Resolução CONAMA 307/2002, a fim de reduzir ao máximo a destinação final inadequada dos RCC/RV e potencializar o reaproveitamento desses resíduos.

O próximo passo para a concretização do plano é a formalização de um Consórcio Intermunicipal e a obtenção de linha de financiamento para a implantação dos projetos e programas do plano. Além disso, os municípios contemplados pelo projeto precisarão criar leis que regulamentem o manejo desse tipo específico de resíduo. A participação das empresas privadas e a sustentabilidade do plano estão baseadas no esforço dos governos estadual e municipais em criar incentivos para a utilização de materiais reciclados, através do aumento da demanda desses materiais e a redução da carga fiscal, por tratar-se de materiais reaproveitados.

Projetou-se para os primeiros cinco anos de implantação, a capacidade máxima de coleta e processamento de 488 m³/dia de resíduos de construção civil, 56 m³/dia de resíduos volumosos, com beneficiamento de 462 m³/dia de ambos. Em 2022, horizonte de médio prazo, projetou-se a coleta e processamento de 822 m³/dia de resíduos de construção civil, 95 m³/dia de resíduos volumosos, com beneficiamento de 780 m³/dia de ambos. Estes números correspondem à geração nos três municípios do plano, a serem processados na CRTB do Consórcio.

Desta forma, o plano apresenta inúmeras vantagens, como a ampliação da consciência ambiental da população através de ações de educação ambiental, destinação adequada e reaproveitamento dos resíduos volumosos e de construção civil, geração de empregos, produção de artefatos da construção civil a preços populares e por fim, melhoria da qualidade ambiental e de vida da população dos municípios contemplados.

Integrado ao Plano Diretor Regional de Resíduos Sólidos do Alto Tietê Cabeceiras, o projeto foi elaborado pela Geotech Geotecnia Ambiental, com recursos do Fundo Estadual de Recursos Hídricos – FEHIDRO, e revisado em 2006, com patrocínio do Programa Nacional de Meio Ambiente (PNMA II), no âmbito do Projeto e Conservação dos Mananciais de Abastecimento da Região Metropolitana de São Paulo – Alto Tietê Cabeceiras.


Área em Suzano que receberá o Central Regional de Triagem e Beneficiamento.
Área em Suzano que receberá o Central Regional de Triagem e Beneficiamento.
Local de instalação do Ponto de Entrega Voluntária em Poá.
Local de instalação do Ponto de Entrega Voluntária em Poá.
Local definido para abrigar a Área de Transbordo Municipal dos resíduos em Ferraz de Vasconcelos.
Local definido para abrigar a Área de Transbordo Municipal dos resíduos em Ferraz de Vasconcelos.