Mais de três mil vidros de palmito ilegais são apreendidos no Vale do Ribeira

A Polícia Militar Ambiental apreendeu, na noite deste domingo (13/07), 3.342 vidros de palmito juçara, que eram transportados sem rótulo e sem a devida documentação, na Rodovia SP-222, no município de Miracatu, no Vale do Ribeira. A carga foi encontrada em um caminhão baú com placa de Iguape/SP, durante operação da 2ª Companhia do 3º Batalhão da Polícia Ambiental, comandada pelo capitão Jefferson Prados.

O condutor do caminhão foi autuado com multa, no valor de R$ 24.349, e vai responder por crime ambiental. O palmito juçara é uma espécie da Mata Atlântica ameaçada de extinção e a sua exploração só é permitida com a aprovação de um plano de manejo sustentável que siga a legislação vigente específica para a espécie e devidamente licenciada pela agência ambiental competente.

Os vidros apreendidos encontram-se sob responsabilidade da Polícia Ambiental, que dará destinação adequada ao produto.

Crimes ambientais, como esses, com a extração e transporte ilegais de produtos florestais, podem ser denunciados através do “Disque Ambiente”: 0800-113560.


Foi durante patrulhamento rural
Foi durante patrulhamento rural
 em Miracatu
em Miracatu
 que a Polícia Ambiental suspeitou e abordou o caminhão baú
que a Polícia Ambiental suspeitou e abordou o caminhão baú