Lídia Passos assume diretoria executiva da Fundação Florestal

02/02/15 08:53

Lídia Passos assume diretoria executiva da Fundação Florestal

São Paulo, 30 de janeiro de 2015 – A cerimônia de transmissão de cargo da Diretoria Executiva da Fundação Florestal (FF) para Lídia Passos ocorreu hoje, no auditório da Secretaria do Meio Ambiente (SMA). Entre os presentes, muitas autoridades, funcionários e técnicos do Sistema Ambiental Paulista, ambientalistas e amigos, além da Secretária Estadual do Meio ambiente, Patrícia Iglecias, do presidente da Fundação Florestal, Ítalo Mazzarella e do ex-diretor executivo da FF, Olavo Reino Francisco.

Lídia Helena Ferreira da Costa Passos é graduada em Direito pela Universidade de São Paulo (USP), mestre e doutora em Filosofia e Teoria Geral do Direito também pela USP, tem vasta experiência na área ambiental. Atuou na Promotoria de Justiça de Meio Ambiente da Capital, na Promotoria de Justiça no Ministério Publico de São Paulo e foi Coordenadora Geral do Centro de Apoio Operacional de Meio Ambiente e Habitação e Urbanismo, entre outros.

A nova diretora executiva iniciou sua fala agradecendo o apoio dos presentes e dizendo que se sente honrada pela oportunidade em poder atuar junto à equipe da instituição e em parceria com a SMA. Lídia destacou alguns desafios deste novo ciclo, como implantação de estratégias de gestão e planos de manejo, manutenção de áreas protegidas, capacitação da equipe técnica e o fortalecimento do conceito de Educação Ambiental como vocação social da Fundação Florestal, entre outros.

“A importância da missão, a complexidade dos desafios e a força propulsora dos interesses autenticamente públicos, que estão na base do nosso trabalho diário, nos fazem a todos, Fundação e Instituto, um time integrado, empenhado em transformar as pedras e barreiras do caminho em energia criativa, em força de vontade, em trabalho agregador, de um projeto coletivo, de compromisso com a proteção, a preservação, a reprodução de ecossistemas florestais e marinhos, dos recursos hídricos e da rica biodiversidade do patrimônio natural paulista”.

O presidente da Fundação Florestal, Ítalo Mazzarela, deu as boas-vindas à nova diretora executiva: “Desejo que possamos estabelecer uma boa parceria de trabalho, diante dos desafios cotidianos de uma tarefa tão importante, que é a gestão e proteção dos recursos naturais das Unidades de Conservação do estado de São Paulo”.

A secretária Patrícia Iglecia falou sobre a importância da Fundação Florestal para o Sistema Ambiental Paulista, com responsabilidade sobre mais de 3 milhões de hectares de áreas protegidas, mais de 100 Unidades de Conservação de diversas categorias. “O desafio desta instituição é consolidar as Unidades de Conservação já instituídas, por meio de regularização fundiária, de delimitação clara de seus limites, de elaboração e implantação dos planos de manejo -que é uma questão fundamental– e do aumento da sustentabilidade econômica dessas áreas”.