Grupo discute ações para gestão de mobilidade corporativa

27/03/13 17:45

Grupo discute ações para gestão de mobilidade corporativa

Reunião discute mobilidade urbana corporativa

Promover uma discussão sobre mobilidade urbana corporativa.  Melhorar o trânsito, com o apoio da iniciativa privada. Reduzir a emissão de gases poluentes na Região Metropoliatana de São Paulo. Com esses objetivos, o secretário estadual do Meio Ambiente, Bruno Covas, recebeu uma comitiva de representantes do Banco Mundial e da Sobratt (Sociedade Brasileira de Teletrabalho e Teleatividades), nesta quarta-feira, 27.

Na pauta do encontro, foram apresentadas algumas propostas para colaborar com a mobilidade urbana, como o trabalho remoto e o Projeto Piloto de Mobilidade Corporativa, em implementação na região da avenida Luís Carlos Berrini, na capital paulista.

Participaram do encontro, Diego Canales e Andréa Leal, do Banco Mundial, Álvaro Mello, da Sobratt, Cleo Carneiro, do Grupo de Consultoria em Teletrabalho – GCONTT, e Oswaldo Lucon, diretor de Departamento de Economia Verde, da Secretaria de Estado do Meio Ambiente – SMA.

“O Banco Mundial está implementando o primeiro projeto destinado a envolver o setor privado na busca por soluções para o trânsito de São Paulo, o Projeto Piloto de Mobilidade Corporativa. A meta do projeto é diminuir o número de pessoas se deslocando de carro sozinhas para o trabalho nas empresas participantes. Como as empresas são polos geradores de tráfego, elas têm um grande poder de influência sobre o trânsito da cidade”, explicou Andréa Leal, do Banco Mundial.

O representante da Sobratt exaltou que alternativas de trabalho flexível, como o teletrabalho, também conhecido como “home office”, vêm sendo utilizados em vários países do mundo. “O objetivo é contribuir para a melhoria da qualidade de vida dos trabalhadores e aumento de produtividade, redução de custos e maior flexibilidade de atuação das empresas, de maneira a estabelecer um maior equilíbrio entre o mundo contemporâneo, a tecnologia, o meio ambiente, a qualidade de vida e a inclusão social”, afirmou.

Para buscar soluções e apresentar propostas práticas, o secretário criou um Grupo de Trababalho para Gestão de Mobilidade e Teletrabalho. “Nosso objetivo é unir esforços. Por meio do diálogo, vamos construir soluções para melhorar o trânsito na região metropolitana e reduzir a emissão de poluentes. Ganha o meio ambiente, mas principalmente ganha a população, com mais qualidade de vida”, concluiu Bruno Covas.