Fiscalização resulta em apreensão de 4.700 kg de carvão

Intensificando a fiscalização em fontes de consumo de materiais naturais, tais como pizzarias, restaurantes e padarias, a 1ª Companhia da Polícia Militar Ambiental (PMA) apreendeu 4.700 kg de carvão que eram produzidos de maneira irregular, nas regiões de São José do Rio Preto e Catanduva. Mais de 20 estabelecimentos foram fiscalizados e 14 ocorrências registradas.

A fiscalização continua nos próximos dias e já estão em processo de conclusão mais dois termos circunstanciados que, juntos, somam a apreensão de mais 5.000 kg de carvão ilegal. A vistoria de fontes de consumo de carvão vai ocorrer de forma intensificada durante todo o mês de agosto em todas as regiões de atuação das companhias da PMA.

A Polícia Ambientai vai continuar levantando dados e informações que confirmem as irregularidades nos locais fiscalizados. As denúncias anônimas da população são essenciais para as buscas e apreensões da PMA. Para denunciar crimes ambientais, basta ligar para o Disque Ambiente: 0800-113560.


Mais 5.000 kg de carvão ilegal estão sendo verificados
Mais 5.000 kg de carvão ilegal estão sendo verificados
Polícia fiscalizou 20 carvoarias da região de S. José do Rio Preto e Catanduva
Polícia fiscalizou 20 carvoarias da região de S. José do Rio Preto e Catanduva
Foram apreendidos 4.700 kg de carvão produzido de maneira ilegal
Foram apreendidos 4.700 kg de carvão produzido de maneira ilegal
Serviço de inteligência ajudou na busca e apreensão nas carvoarias
Serviço de inteligência ajudou na busca e apreensão nas carvoarias