Equipe do Município Verde Azul promove capacitação técnica com interlocutores

01/08/12 14:55

Equipe do Município Verde Azul promove capacitação técnica com interlocutores

Cerca de 250 técnicos de várias regiões do estado discutiram a bula do Programa para 2012

A equipe do Município Verde Azul realizou nesta terça-feira, 31, aprimeira capacitação técnica para discutir as ações propostas na “bula” do programa para o ano de 2012.

O encontro, batizado de tira-dúvidas, contou com cerca de 250 participantes, representando 150 municípios. O programa Município Verde Azul é uma iniciativa da Secretaria de Estado do Meio Ambiente – SMA que estimula ações ambientais locais e avalia o desempenho dos municípios paulistas no ano.

O evento foi aberto pelo gerente do programa, Mauro Haddad, que explicou sobre os avanços nas metas que os municípios precisam cumprir em relação à 2011. “Não houve grandes modificações do ano passado para este. Vamos avaliar a evolução dos índices de tratamento de esgoto e destinação final de resíduos sólidos nos últimos quatro anos. Na diretiva de arborização urbana, vamos estimular os interlocutores para que o levantamento da área arborizada seja realizado por meio da análise de imagens”, afirmou.

As principais metas para este ciclo são a elaboração dos Planos Municipais de Resíduos Sólidos com apoio da SMA; consolidação da educação ambiental local, por meio da construção de diretrizes pedagógicas e desenvolvimento de programas; criação dos fundos municipais para garantir que os recursos destinados a Prefeitura para o Meio Ambiente sejam utilizados para este fim; e o aumento das articulações intermunicipais para iniciativas que envolver mais de uma cidade, como por exemplo, recuperação de matas ciliares, educação ambiental e gestão de resíduos sólidos.

Outra novidade para o ciclo 2012 é a fusão do programa Município Verde Azul com o projeto Pacto das Águas São Paulo. “São duas iniciativas importantes da SMA, que antes geravam duas avaliações. Agora estamos unificando as tarefas para divulgarmos num único ranking ambiental”, explicou Rosa Mancini.

O técnico José Ricardo Lopes ressaltou a importância do fechamento do sistema para recebimento das informações em 30 de setembro.  A previsão da divulgação do ranking é dezembro.

O professor Demóstenes Ferreira da Silva, da Esalq/USP, explanou sobre arborização urbana e o técnico da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo – CETESB, Fernando Wolmer, sobre resíduos sólidos e as ações municipais, com foco no plano de gestão.

 

Texto: Lukas Campagna
Fotografia: José Jorge