Biomavale fará estudos para ampliar áreas florestais no Vale do Paranapanema

Aumentar as áreas florestais na região de Assis. Esta foi a principal proposta surgida durante a visita do secretário estadual do Meio Ambiente, Xico Graziano, na quarta-feira (27/08), às instalações e laboratórios da Biomavale, no município de Assis. A Biomavale é uma OSCIP (Organização da Sociedade Civil de Interesse Público) que se tornou referência de desenvolvimento de biotecnologia na região de Assis, no centro-oeste do Estado de São Paulo.

Por sugestão do secretário, a Biomavale, em conjunto com o CIVAP – Consórcio Intermunicipal do Vale do Paranapanema, que envolve 22 municípios, e apoio dos técnicos da Secretaria Estadual do Meio Ambiente (SMA), vai proceder a um levantamento dos fragmentos florestais que restam na região, para subsidiar estudos visando melhorar seu aproveitamento e ampliação das áreas florestais.

Graziano participou de uma reunião técnica sobre projeto de clonagem de banana e orquídeas, e visitou o Laboratório de Micro Propagação Vegetal da Biomavale.Também   conheceu o projeto do Parque Ecológico de Tarumã, em apresentação feita pelo prefeito de Tarumã, Oscar Gozzi, atual presidente do CIVAP.

O CIVAP é sócia-fundadora da Biomavale, criada em 2002, para desenvolver biotecnologias aplicadas à produção de soja, trigo, leite, cana-de-açúcar, mandioca, milho, floricultura, fruticultura e agroindústria. O CIVAP é constituído pelos municípios de 
Assis, Borá, Campos Novos Paulista, Cândido Mota, Cruzália, Echaporã, Florinea, Ibirarema, Iepe, Lutécia, Maracaí, Nantes, Oscar Bressane, Palmital, Paraguaçu Paulista, Pedrinhas Paulista, Platina, Quatá, Rancharia e Tarumã.

Reunião do CIESP Botucatu

Na noite da terça-feira (26/08), o secretário Xico Graziano participou da reunião da Diretoria Regional do CIESP (Centro das Indústrias do Estado de São Paulo) em Botucatu. Diante de diretores e conselheiros, representantes de empresas como Soletrol, Usina Açucareira São Manuel, Lwart Lubrificantes, Staroup, Duratex, Eucatex e Belco, entre outras, de 41 municípios da região, Graziano enfatizou a importância das parcerias do sistema estadual do meio ambiente com as entidades empresariais.

Deu como exemplo o trabalho bem-sucedido de controle da poluição realizado em Cubatão pela CETESB (Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental) nos últimos 25 anos, cujos resultados foram divulgados pela FIESP (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo) e CIESP em julho último, e também das Câmaras Ambientais dos setores produtivos.

Destacou, ainda, a assinatura dos protocolos ambientais com setores específicos, antecipando que o próximo a ser estabelecido, com a área de construção civil, será voltada principalmente para a construção sustentável, envolvendo fornecedores de areia e a  obrigatoriedade de aquisição do material apenas de mineradoras certificadas.


O auditório do CIESP de Botucatu recebeu empresários de 41 municípios da região.
O auditório do CIESP de Botucatu recebeu empresários de 41 municípios da região.
O secretário Graziano enfatizou a importância das parcerias do sistema estadual de meio ambiente com as entidades empresariais.
O secretário Graziano enfatizou a importância das parcerias do sistema estadual de meio ambiente com as entidades empresariais.